No Brasil, o profissional autônomo emite um documento chamado RPA – Recibo de Pagamento Autônomo. Em Portugal, o profissional liberal (aquele que trabalha sem subordinação) emite um documento chamado Recibos Verdes, que é uma espécie de documento que substitui a nota fiscal emitida pelas empresas.

Para obter a autorização de residência para trabalhar como prestador de serviços ou profissional liberal será necessário demonstrar que você está habilitado a exercer sua atividade profissional, além de dispor de meios de subsistência. Arriscamos dizer que isso torna o processo mais simples se comparado ao pedido do Visto D2 (empreendedor), já que não será necessário elaborar um plano de negócio e nem integralizar o capital social de uma empresa.

Outra enorme vantagem é que a autorização de residência pode ser solicitada diretamente em Portugal, evitando-se, assim, que o processo tramite pelo Consulado de Portugal, já que a demanda por pedido de vistos por brasileiros tem aumentado significativamente e os prazos para conclusão das análises estão cada vez mais longos.

E, como incentivo final, outra vantagem é que o profissional autônomo goza de um ano de isenção de pagamentos à Segurança Social.

Você não acha que já tem razões suficientes para trabalhar na Europa?

2 Responses to Recibos Verdes – esse é o documento que você vai emitir em Portugal como profissional liberal ou prestador de serviços.
  1. Corretor de imóveis, é considerado como profissional liberal em Portugal?
    Como funciona a Segurança Social em Portugal? Você comenta que o
    profissional liberal tem um ano de isenção, mas e depois como funciona?

    Eu achei super interessante a possibilidade de trabalhar como profissional
    Liberal em Portugal.

    Grato

    Elso


[top]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *